E eram tres silencios

Eu escrevo a noite, pra variar. E a noite tem vários silêncios. As vezes um silencio dentro do outro. Sei que poucos entenderam a referencia a um dos livros de alta fantasia mais aclamado dos últimos tempos. Sim! Ta na hora de falar de “A Crônica do Matador de Rei”, mais especificamente “O Nome do Vento”.

asdf
Ilustração nao oficial, mas nem por isso ruim.

O autor dessa obra magnifica, Patrick Rothfuss, estreia nessa saga num nível muito alto. Sua primeira saga e George Martin diz esperar ansiosamente pela continuação, sim MARTIN.

George, o cara que inventou esse carinha, lembra?
George, o cara que inventou esse carinha, lembra?

Mas vamos a historia. Um órfão, com desejo de vingança pela sua familia morta por seres míticos, e com habilidades invejáveis. O plot lembra bastante Harry Potter, mas apenas na sinopse. Um universo totalmente novo, com sua própria cultura e sua própria mitologia. Tão detalhado quanto “As Crônicas de Gelo e Fogo”, mas com a fluidez de “O Hobbit”. E sem parecer copiar de nenhum dos dois. É difícil escrever sem spoilers, mas estou tentando.

A historia é contada por Kvothe, nosso herói (ou vilão?), já mais velho. Ele se esconde na identidade de Kothe, um taberneiro de cidade pequena. O Cronista acha seu esconderijo e implora para poder escrever a sua historia, e o dono da hospedaria Marco do Percurso decide revelar a sua historia verdadeira. Com algumas condições: O Cronista vai escrever exatamente o que ele falar, e ele pode mentir. O livro inteiro se passa nesse flash-back, com algumas cenas no presente. E estas passagens são importantes para entendermos o quanto esse hospedeiro é importante naquele mundo, e como ele ainda vivo se tornou numa lenda.

And it is AWESOME!
And it is AWESOME!

O primeiro dia é sobre a infância e adolescência do herói. De como sua familia foi massacrada, por quem foi massacrada. De como ele nem sempre foi o herói das canções. E como ele se tornou um R’Elar, um dos cargos mais altos como estudante na única Universidade desse mundo.

Sao 662 paginas, que eu li inicialmente em uma noite. Ganhei o livro como presente de aniversario, com a seguinte ressalva: eu deveria ler rápido, e dizer a pessoa que me deu o presente se valia a pena ou não. Isso foi alguns anos atras, mas com noticia que o terceiro e ultimo livro vai ser lançado em 2015, escrevi esse post pra te dizer: “VAI LER LOGO!”

See ya!
See ya!

Published by

Max

Responsável por essa bagaça, aquele que teve a ideia de que ter um blog seria legal. Escreve sobre o que vem na cabeça, as vezes sobre o que sobressai nas redes sociais também.