Perseguição religiosa e consequência de desobediência são coisas diferentes.

Minhas timelines estão inundadas com a seguinte noticia: “Marisa Lobo está sofrendo perseguição política e religiosa; se tu é cristão, tu é o proximo”. Inclusive amigos não cristãos estão discutindo se está sendo “legal” o julgamento que faz com que Lobo perca o direito de exercer psicologia no Brasil. Mas quais são os fatos e quais são os boatos sobre essa situação?

1) Marisa Lobo está sendo perseguida por se dizer cristã.

Não. Marisa está tendo seu direito de exercer psicologia cassado baseado no Resolução CFP N° 001/99 (Março/1999). Ou seja, ela está faz 16 anos desobedecendo uma das normativas de Conselho Nacional de Psicologia Brasileiro; e o esta fazendo conscientemente. Ela não só esta tratando as práticas homoeróticas; como foi uma das entusiastas do PDC 234/11 (também conhecido como “Cura Gay”, embora eu discorde do nome dado pela mídia).

2) Mas se uma pessoa que pratica homossexualidades quiser ajuda, ele deve ter ajuda!

Sim, e não. Conheço vários pastores e conselheiros que tem ajudado pessoas que querem deixar as praticas de suas homossexualidades, mas esses entenderam que não podem atuar como psicólogos. São pessoas que  invés de abraçarem a desobediência ao órgão regulador, apenas deixaram de lado a profissão de psicólogos. Enquanto Marisa abraçou o contrario; e a cassação nada mais é que uma consequência direta de tal “desobediência civil”.

3) Mas Marisa Lobo foi proibida de se dizer cristã publicamente, até a OAB fez uma nota de repudio a isso.

Bem, sim. E isso parte de uma das possíveis interpretações do Código de Ética do CFP,  Artigo 2˚ Parágrafo B, “(é vedado ao psicólogo) Induzir a convicções […] ideológicas, religiosas, de orientação sexual ou a qualquer tipo de preconceito […]”. Ou seja, mais uma vez, Marisa Lobo está se colocando conscientemente no lado de desobedecer ao Conselho Federal de Psicologia.

4) Mas Marisa Lobo é um dos últimos bastiões da moral dentro da psicologia!

Também não. Existe algo chamado CPPC (Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos), e numa rápida busca não se encontra nenhuma menção de que Marisa Lobo seja ligada a esse Corpo. Além de esta associação já ter obedecido a algumas outras restrições colocadas pelo CFP, como explicar a diferença em seu site de psicologia cristã e psicologia praticada por cristãos.

Published by

Max

Responsável por essa bagaça, aquele que teve a ideia de que ter um blog seria legal. Escreve sobre o que vem na cabeça, as vezes sobre o que sobressai nas redes sociais também.