Reno, NV

Faz quase uma semana que posei aqui em Reno. Acho que já tenho bastante experiências pra dissertar sobre as primeiras impressões, então la vão elas.

Água, por favor!
Água, por favor!

Primeiro, o clima, essa cidade é seca e quente. Claro que quente apenas durante esse período de verão, mas continua seca o resto do ano. Em comparativos aqui chove no ano a mesma quantidade que em Curitiba em um mês, e pelo visto choveu tudo em maio. Eu to bebendo 3-4 garrafas de agua por dia, minha garrafa tem 750mL, embora eu dificilmente sinta sede. Outra coisa que acontece por causa disso é a pele e pêlos do corpo ficarem bastante ressecados.

Água! Por Favor! Água!
Água! Por Favor! Água!

O estado inteiro de Nevada tem 2,7 milhões de pessoas sendo 1,9 milhões no condado onde fica Las Vegas, 400 mil no condado em que eu estou, e o resto espalhado pelo estado. Os Estados Unidos tem uma regra de cidades oficiais, e cidades não-oficiais. “Cidades oficiais” tem prefeitura e tudo, e as não-oficiais são geridas pelo condado. Nevada tem 16 condados, e apenas 4 cidades oficiais. Entre as cidades não-oficiais existem varias cidades-fantasmas.

Olha o mapa demografico de Nevada!
Olha o mapa demografico de Nevada!

A economia se baseia em duas coisas mineração e cassinos. Aqui os cassinos são legalizados, e todo lugar tem caça-níqueis! Até na padaria tem maquina de quarter! E qualquer um pode entrar e jogar, mesmo menores podem entrar e passear por dentro dos cassinos. Na real o único shopping “vertical” da cidade é dentro de um cassino. Os outros shoppings são apenas várias lojas espalhadas pelo mesmo terreno, não sendo no mesmo prédio.

Cassinos, cassinos em todo lugar!
Cassinos, cassinos em todo lugar!

Se Nevada fosse um país seria o 4º em produção de ouro do mundo. E aqui ainda tem o esquema antigo de vai na cidade, tira todo o ouro possível, e vai pra próxima cidade. Por isso existem tantas cidades-fantasmas nesse estado.

Eu, realmente, espero encontrar ouro barato aqui!
Eu, realmente, espero encontrar ouro barato aqui!

See ya!

Published by

Max

Responsável por essa bagaça, aquele que teve a ideia de que ter um blog seria legal. Escreve sobre o que vem na cabeça, as vezes sobre o que sobressai nas redes sociais também.